Willian Bouguereau

arte

.

cCS Lewis e Jr Tolkien me deixaram encantado quando apresentaram uma outra leitura para a mitologia. Na verdade, conheci a mitologia lendo Câmara Cascudo, mas foi com o mestre Willian Bouguereau que a visualizei. Ainda, foi com a mitologia de Bouguereau que aprendi a gostar de arte, pois ele foi além da representação mitológica, e tornou-se um dos mais importantes pintores da história.

Bouguereau recebeu quase todas as recompensas possíveis durante a sua carreira. Nasceu em La Rochelle, na costa atlântica da França, em 30 de novembro de 1825. Quando trabalhava com os pais no comércio de azeite, um cliente convenceu-os a permitirem que o filho fosse estudar na Ecole des Beaux Arts de Bordeaux. E logo em 1844, após apenas dois anos de estudo em tempo parcial, Bouguereau ganhou o primeiro prémio de valor em pintura para uma tela representando Saint Roch. Este prêmio foi o catalisador de Bouguereau para o futuro da carreira. Depois veio Paris, depois Roma. Graças a sua influência as instituições de arte francesas abriram suas portas para as mulheres.

Bouguereau tinha o hábito de passar os verões em La Rochelle, em um estúdio de pintura que ele tinha construído lá. Após vários anos de doença cardíaca, ele morreu em La Rochelle em 19 de agosto de 1905. Pensa-se que a sua situação foi agravada pelo roubo de sua casa e do estúdio em Paris. Ele está enterrado no cemitério de Montparnasse, perto do bairro onde morou. Este resumo não mostra quem foi Willian Bouguereau, mas as imagens abaixo apontam a dimensão da pintura deste mestre que abre nossa coluna de arte.

.

.

.

.
Outras propostas

.

assine o feed twiter

.

25 Respostas to “Willian Bouguereau”

  1. […]  Veja as Pinturas aqui […]

  2. fabica Says:

    PERFEITO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    E coitado de quem acha q aqueles rabiscos e montagens, que a gente costuma ver em exposiçoes e vernissages, são obras de arte.
    Essas pinturas tem mais que beleza, tem vida e alma!!!!!!!!
    Parabéns pela postagem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Nobru Says:

    Parecem fotos. Muito bonito mesmo!

  4. renato sartori Says:

    embora tenha uma qualidade primorosa de execução alguns detalhes como a iluminação remetem a luz utilizada em estudios, a qualidade tenue da luz afasta os objetos da realidade, uma aura de artificialidade infesta tudo, o maneirismo das poses torna a obra uma representação da realidade sem nescessariamente um compromisso com a verdade, em suma: se estas pinturas fossem um livro, este livro contaria muito sobre a tecnica do pintor e muito pouco sobre quem ele era, o que pensava, e a época em que vivia, portanto mesmo os alucinados rabiscos de um pollock contam mais sobre seu espirito que as precisas pincelada destes quadros.

    • Lúcia Says:

      A intençao num mestre como Bouguereau nao era expressar a verdade e sim tornar a realidade mais bela. A sua arte nao estava comprometida com a verdade. Verdade e compromisso com a realidade é um posicionamento cobrado pela ideologia de esquerda. Bouguereau não estava em busca da verdade e sim em busca de uma beleza além do real sua preocupação é a delicadeza, o talento para a expressão da forma metaforizada. Pollock é um artista do seculo XX, Bouguereau do sec. XIX. São realidades bem diferentes.
      A busca da verdade nao tem nada a ver com Arte e sim com ideologia.A mania de cobrar verdade da Arte destroi a Arte porque Arte é uma maneira de transformar a realidade. Por isso a pintura acabou porque as pessoas insistem em confundir expressão artística com posição ideológica. Hoje em dia conceito é mais importante do que o objeto. A busca da verdade é uma posição filosófica/psicológica ou ideológica em relação a vida, pode interessar ou não ao artista. A arte de Bouguereau permanece apesar do tempo.

  5. As precisas pinceladas desses quadros demonstram o espírito do artista, exatamente pela sua exatidão, sem acarretar no desmerecimento de outros artistas, dos abrandados aos irados. As expressões recorrentes, as reiteradas posições, a própria luz, o ponto de observação do pintor, tudo conta um pouco daquilo que ele era. Se é verdade que ele não resistia ao descompromisso com a realidade, quanto não se pode vislumbrar da sua alma, nessa única observação? Essa obsessão pelo perfeito-im-perfeito me parece tão lúdica e inatingível como a loucura dos rabiscos de Pollock.

  6. Filipe Lopes Says:

    O trabalho de é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores que já existiu e, provavelmente, que vá existir. E não tem nem como compará-lo a Pollock, afinal, desde quando sujar tela é arte?

    Não que arte precise ter todo esse nível de detalhes, e muito menos precisa ser fotorealístico. Mas querer que eu ache legal ( e compre ) uma tela que um cara só jogou tinta ( as vezes comida, bebida, vômito e até mesmo fezes ) é subestimar a minha inteligência. Chega ser uma agressão.

    Prefiro ser taxado de retrógrado, por gostar de arte figurativa, do que ser “moderninho” e consumir esse LIXO produzido pela “arte contemporânea”.

    ps.: só o que não gostei nesse artigo foi o fato de escreverem o nome de Tolkien errado ( “Tolqquiem” )

  7. olavosaldanha Says:

    Corrigido amigo Filipe, erro de digitação mesmo, abraços e volte para nos brindar com seus comentários.

  8. polly Says:

    meu pintor favorito…
    Ele representa a mulher como nenhum outro, captando sua essência.
    Na minha arte busco sempre a perfeição, e enxergo isso em Bouguereau, ele deseja que a arte dele seja quanto mais próxima possível da perfeição, uma técnica impressionte…
    Dizer que não se pode vê-lo nas telas para mim parece estranho, pois eu vejo bastante da personalidade dele, como ele via o mundo…

  9. polly Says:

    E como o filipe Lopes de cima, eu prefiro taxada de antiquada, do que consumir a difamação da arte, que são muitos quadros contêmporâneos.
    Hoje em dia acha-se que tudo é arte…

  10. carollina Says:

    É muito interresante que as pinturas de william bouguereau faz vc viajar para um mundo que vc não sabe se é real ou não, suas pinceladas são misticas , e eu particularmente quando vou na google e fico olhando os quadros sinto uma vontade imensa de conhecer essas lindas mulheres, entrar nos quadros participar da festa e perguntar a elas se elas estam felizes ou tristes pois os sorrisos a seriedade estanpada nos rosto dessas mulheres mim tras essa inquietação…ele vai continuar sendo o pintor mais famoso do mundo

  11. Amei, muito lindo!

  12. FRANCI TATANY Says:

    O MELHOR DOS MELHORES!!!
    AMO A OBRA DESSE MAESTRO!ESTOU LEVANDO ALGUMAS RÉPLICAS DAS SUAS PINTURAS DA ITÁLIA PARA O BRASIL, SIMPLESMENTE LINDAS E PERTO DAS ORIGINAIS!

  13. France Fonseca Says:

    Maravilhoso: eu simplesmente adoro Bouguereau!!!!!!

  14. France Fonseca Says:

    Por favor: gostaria de saber a fonte das imagens. Grata

  15. Eu sou admiradora da arte de Bouguereau, acho que o artista na sociedade desempenha um papel importante, ele é como uma antena que capta acontecimentos, sou uma artista eclética e valorizo toda a forma de expressão, arte para mim antes de tudo é sentimento, compreendo a força e expressão da arte de Pollock porque reflete os seus conflitos como homem e a transformação constante do tempo que viveu, como visualizo o simbolismo mitológico da obra de Bouguereau, resgatando significados perdidos e que todos carregamos enquanto herança arquetípica. Como disse Eric Gill “o artista não é um tipo diferente de pessoa, mas toda pessoa é um tipo diferente de artista”. Parabéns pelo tópico!

  16. cristina carvalho Says:

    Nossa como não admirar uma obra de arte como essas. Ela te trasparta para um mundo de cores ,suavidade ,intensidade no olhar que emociona,era uma época de magia que ultrapassa gerações e gerações!!!

  17. luizdias Says:

    gostaria de ter aulas de veladura e outras tecnicas em sao paulo. podem me ajudar?

  18. Maria Teresa Says:

    W.Adolphe Bouguereau representa na pintura um dos raros artistas que são a quintessência do talento. A beleza absolutmente fascinante que emana da sua arte envolve-nos num manto diáfano que nos faz voar…voar até um universo em que tudo é luz, tudo é equilíbrio, tudo é cor, tudo é imensamente perfeito como se de uma obra divina se tratasse! Chama-se capacidade talentosa ! É o dom com que raros nascem, são possuídores duma prespicácia tal que vêem o mundo para além do óbvio e do trivial. A técnica do culto da perfeição e do belo, que já não existe, tem em Bouguereau um dos máximos expoentes.

  19. Sandra Says:

    Lindissímos! Não há o que dizer a respeito destas obras…apenas sentir.

  20. e muito louco esses quadro gostei muito os quadro parecem fotos como a sua imagem ele e um proficional da arte

  21. e muito louco esses quadro gostei muito os quadro parecem fotos como a sua propria imagem ele e um proficional da arte

  22. amei,obras feita com a alma…

  23. ESPETACULARES!!! LEVEI Á MIMHA PAGINA QUIMERA….PARABÉNS

  24. adorei a pagina, sera que não pode ser em resolução maior?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: