.
.

.
.

rebuliço de gente é desconcertante e caótico. São dez milhões de peregrinos hindus e centenas de ascetas nus com o corpo coberto de cinzas às margens do Ganges, no norte da Índia, para participar de um dos maiores festivais religiosos do mundo.

Começou assim: Uma batalha terrível entre deuses e demônios aconteceu pela posse de um kumbh, uma jarra onde era guardado o Amrit, uma espécie de néctar. Vá guardando os nomes. Este néctar foi criado porque os devtas estavam sob a influência de uma maldição que os fez fracos e covardes. Um sujeito chamado Brahma, um inventor de deuses, aconselhou-os a tomarem o liquido para tornarem-se imortais.

Neste ponto da história é que acontece a desavença, juntaram-se deuses e demônios num acordo temporário para trabalhar em conjunto na obtenção de amrita (o néctar da imortalidade). É como colocar o bandido para cuidar do dinheiro. E foi isso, os demônios fugiram com o pote e foram perseguidos pelos deuses. Doze dias e doze noites, equivalente a doze anos humanos,os deuses e demônios travaram uma luta Hollywoodiana no céu para a posse do pote de amrita. Diz-se que, durante a batalha, gotas de amrita caiu sobre quatro lugares. Nem preciso dizer os nomes, ninguém lembrará mesmo. Os lugares são as quatro cidades onde o festival de Kumbh Mela acontece. Este ano a festa do “Kumbh Mela” é realizada na cidade de Haridwar, 250 km ao norte de Nova Déli. As imagens são impressionantes.

.

Imagens Aqui

.

.

.

.

.

uma crisálida suspensa foi a inspiração dos arquitetos deste restaurante construído numa árvore que orgulhosamente chamam de pau-brasil, no meio da floresta, o Yellow Treehouse. O acesso é através de uma passarela de 60m. Uma iluminação estratégica cria um ambiente aconchegante e romântico à noite. A construção na árvore nos remete aos sonhos de infância, quem nunca sonhou com uma casa na árvore? Esta, porém, foi criada para alimentar sonhos bem diferentes daqueles.

Na verdade o projeto, que foi elaborado pela Pacific Environments Architects , é parte de um esforço de mercado praticado pela New Zealand Yellow Pages para mostrar práticas sustentáveis. Afinal, as listas telefônicas e afins são grandes devoradoras de árvores. No interior, o restaurante dispõe de 18 lugares, com cozinha e banheiros ao nível do solo. Almoço, jantar e chá da tarde são servidos, mas, atualmente não há disponibilidade de horários, pois a agenda de visitação está completamente lotada. As visitas são reservadas por antecedência e só então a localização é revelada, tornando impossível a observação de qualquer um. De acordo com o site há um estudo para viabilizar a idéia de manter o restaurante aberto além do plano original.

Aproveitando a deixa os ecologistas apresentam seus números: A cada ano só nos Estados Unidos 500 milhões de folhas são impressas, o suficiente para quase 2 livros para cada pessoa no país, isso dá em torno de 9 milhões de árvores cortadas, 1,6 milhões de quilos de papel consumidos, 7,2 milhões de barris de petróleo gasto no tratamento , e assim por diante. A EPA estima que papéis representem até 5% do total de aterros de resíduos.

.

Imagens Aqui

.

quadro-rest quadro-res

.
.

.

oKremlin é o refúgio mítico da Rússia, uma pequena cidadela que engloba palácios, igrejas e praças. Uma fortaleza medieval que liga a moderna nação ao seu lendário passado. Estas fotografias são de antes da coroação de Nicholas II, em maio 1896, ou seja, antes da revolução. O palácio foi fechado e nunca mais foi aberto para visitação. Novas fotografias foram feitas alguns anos mais tarde, porém, sem visitação.Este prédio Foi construído no início do século XIX como uma residência de Nicolau I. Possui uma extraordinária e desmedida decoração interior. Uma visitação única, você vai matar a curiosidade e ver fotos do final do século XIX, mostrando átrios, quartos privados, salas de aula e Câmaras do Grande Palácio do Kremlin. Uma viagem imperdível.

.

Imagens Aqui

.

.

um filme épico ou uma assombrosa visão surreal, assim é a reação das pessoas diante do Festival de Pesca de Argungu ( ar-GOON-goo), uma cidade ribeirinha no Estado Kebbi, na Nigéria.

A concorrência é o destaque da festa e a principal atração turística da região. Pescadores saltam em um rio e têm uma hora para capturar o maior peixe para receber um grande prêmio em dinheiro. Estima-se em 30 mil concorrentes. Porém, Este ano o rio foi interditado para o festival devido o baixo nível da água e a lama acumulada,gerando muita confusão. Afinal, o trecho do Rio Argungu onde ocorre a pesca é protegido durante todo o ano, de modo que os peixes serão abundantes para este momento de frenesi.

O evento acontece normalmente em março, no entanto, além da proibição da pesca, o recenseamento e a morte do sultão de Sokoto, o líder espiritual dos muçulmanos da Nigéria,em um acidente avião, contribuiram para o adiamento do embate.

O Festival de Pesca de Argungu teve início em 1934 – e foi usado para marcar a paz entre os antigos Sokoto Caliphate e do Reino Kebbi. Os dois impérios haviam lutado ao longo de séculos, e as hostilidades só cessaram com a chegada dos britânicos.

A concorrência é normalmente o culminar de um período de quatro dias de manifestação cultural.

.

.

.

.

oSkydome foi inaugurado em junho de 1989, um estádio colossal para a época, porém, ainda hoje sua estrutura impressiona pela beleza e pelos números. Este estádio teve um orçamento de 580 milhões de dólares e tornou-se o primeiro – e continua a ser o único -a dispor de um hotel construído para ele, com 348 quartos, 7 bares, 2 restaurantes, um bistrô e um Hard Rock Café. O McDonald’s do SkyDome foi o primeiro McDonald’s em todo o mundo a vender cachorros quentes.

.

O Skydome tem uma cobertura móvel que pesa 11 mil toneladas e é sustentada por 25 milhões de parafusos. Nele pode-se jogar tanto o basebol quanto o futebol. O processo de conversão para mudar a utilização do campo demora cerca de 10 a 12 horas. O teto, que termina numa altura de um prédio de 31 andares, leva 20 minutos para abrir ou fechar e quando é aberto, em 91% dos lugares e 100% do campo pode-se contemplar o céu. Foi o primeiro estádio do mundo com teto totalmente retrátil. Mais de 50 milhões de pessoas já visitaram SkyDome.
.
Anexado ao centro do hotel está o maior vídeo display da América do Norte e o segundo do mundo. Medindo 115 metros de largura por 33 metros de altitude, operando com 42 mil lâmpadas e apresentando uma clareza cristalina impressionante.

.

Imagens aqui

.

.

.

.

achina está investindo alto na reestruturação do país. Emantecipação das próximas Olimpíadas em Pequim o governo começou os trabalhos do maior e mais avançado aeroporto existente neste momento no mundo.

Não só tecnicamente, mas também em termos de passageiros, eficiência operacional e sustentabilidade. De acordo com o seu arquitecto britânico Norman Foster (65), será “verdadeiramente esmagador”. Norman Foster disse que sua construção exigiria menos de três anos, no entanto, na opinião de alguns observadores, o novo terminal provavelmente estará pronto para a abertura dos Jogos Olímpicos. De acordo com os arquitetos, a concepção do Beijing Airport remete para um dragão, um símbolo tradicional chinês. A iconografia do dragão tem a ver com a pintura do interior, que muda de vermelho para amarelo constantemente. A arquitetura evoca também imagens de templos e palácios antigos chineses com seus enormes e inclinados telhado coloridos.

Os números são impressionantes. São dois milhões de metros cúbicos de concreto e meio milhão de toneladas de aço, ou dez toneladas para cada uma das pessoas envolvidas na sua construção. Só o Terminal 3 se estende por quase três quilômetros. O aeroporto está programado para processar cerca 53 milhões de passageiros por ano. São quatrocentos e quarenta e cinco elevadores. Mais de sessenta quilômetros de bagagens transportadas, para isso quase um quarto de um bilhão de dólares foi gasto em uma montanha russa com um sistema de esteiras que são capazes de deslocar até vinte mil peças por hora, a uma velocidade de sete metros por segundo. O sistema permitirá que os passageiros peguem suas bolsas em menos de 5 minutos do desembarque até mesmo nos voos internacionais. Para a construção deste terminal foram deslocados dez mil moradores e outras pessoas que viviam na área circundante do aeroporto. A China cresce assustadoramente.

.

.

.

.

onhecer Londres já é uma grande pedida e conhecê-la de cima é uma experiência única. A London Eye deixa a bela Londres literalmente aos seus pés. São 32 cápsulas para transportar cerca de 10000 visitantes por dia. Devido à forma como as cápsulas são suspensas permite um panorama completo de 360º quando você estiver no topo da roda. London Eye tem 135 metros de altura, que a torna a mais alta roda de observação do mundo e tornou-se a mais popular atração da cidade. É visitada por mais de 3,5 milhões de pessoas por ano. Não é a toa, a capsula permite, Durante as viagens, ver até 40 quilômetros em todas as direções com toda a segurança.

.

Um tour pela London Eye aqui

.

.

.

.

.
aperegrinação à Meca, cidade natal de Maomé e, para os muçulmanos, a cidade mais sagrada do planeta, transformou-se num espetáculo visual. Essa peregrinação é chamada Hajj.

Em Meca existe uma grande mesquita que abriga em seu interior a Caaba. A Caaba é coberta por um manto negro que contém várias inscrições bordadas em ouro. Dentro da Caaba está a rocha sagrada que, segundo a tradição, caiu do céu e foi ofertada a Abraão. A rocha que era branca então ficou negra ao absorver os pecados do homem. O devoto muçulmano deve dar 7 voltas ao redor da Caaba e depois beijar a pedra sagrada.

Os peregrinos também atiram pedras, 49 no total, em três pilares que representam o demônio. Todos os peregrinos vestem o mesmo traje simples, composto de dois pedaços de tecido branco sem costura, um amarrado na cintura e outro colocado sobre o ombro. Essa tradição representa a igualdade dos fiéis aos olhos de Alá.

Este lugar é proibido para não-muçulmanos, porém, Sir Richard Burton em 1853, após muito planejamento e preparo, disfarçado de médico afegão, viajou para Medina e para Meca, onde visitou e fez esboços, correndo grande risco, dos templos sagrados do Islã. Embora não tenha sido o primeiro ocidental a empreender tal viagem (a honra cabendo a Ludovico di Barthema, 1503), a sua viagem, apoiada pela Royal Geographical Society, foi melhor documentada.

Personal Narrative of a Pilgrimage to El-Medinah and Mecca (1855-1856), uma visão enciclopédica do mundo islâmico, é considerada por muitos a sua mais importante narrativa de viagem. Vejam estas incríveis imagens dos peregrinos de Meca.

.

A galeria de imagens aqui

.

.

separador

7 Respostas to “”

  1. […] Veja também Mochilão […]

  2. […] . Veja Também Mochilão […]

  3. ADORO AS REPORTAGENS E FOTOS ESTÃO DE PARABENS BEIJOSSS NO SEUS CORAÇOES CONTINUEM A MANDAR POR FAVOR …

  4. […] Veja Também Mochilão […]

  5. […] Veja Também Mochilão […]

  6. mamdu aliu djalo Says:

    adorei o historial sobre o lugar sagrado kaaba e as imagem da meca.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: