.
.


.
.
.

a imagem sempre exerceu um fascínio muito grande sobre a vida, podemos observar isso em postagens anteriores que resgataram momentos decisivos da transformação histórica no mundo. Após a sua criação, a fotografia congelou no tempo fatos cruciais para a compreensão da tragetória social humana ou do seu apogeu.

Não fosse a fotografia haveria um vazio abissal, uma lacuna incompreensível nos livros e enciclopédias escritos com a finalidade de estabelecer interpretações, esclarecer ou mostrar como ações coletivas e individuais, muitas vezes sob a trágica urgência do desespero, modificam ou fundem determinados caminhos seguidos por uma nação. Para reviver estes momentos marcantes, trago a coluna “História”. Não uma página comum, mas uma fantástica viagem pelo  tempo.

.

.

.

oparque temático que ross (David schwimmer) diz que quer fazer no 18º episódio da nona temporada de Friends é em homenagem a Amélia. A divisão de aviação de Mittelos, em Lost, é um anagrama de Earhart. Amélia, música que Joni Mitchell canta no álbum Hejira, de 1976, é ela. Biografias, prêmios, selos, escolas, é infindável a quantidade de homenagens que Amélia Earhart recebe anualmente.

Há cerca de 70 anos ela desaparecia no Pacífico Sul para tornar-se a maior obsessão dos norte-americanos. Seu sumiço inexplicado é um dos maiores mistérios da história da aviação.

Amélia foi a primeira a cruzar o atlântico num avião e sozinha,  viveu batendo recordes consecutivos. Em 1937 queria ser a primeira mulher a dar a volta ao mundo, o recorde que não concluiu.

Há pouco tempo foram divulgados os diários de um repórter da Associated press que havia sido contratado para acompanhar a empreitada de Amélia. Um texto das anotações dava conta que o Electra KHAQQ, uma versão do belo bimotor metalizado Lockheed L-10, customizado para este fim, havia deixado Natal, no Rio Grande do Norte, em 7 de junho de 1937 sob uma chuva fina, em direção a Dacar no Senegal, próxima etapa do seu pinga-pinga pelo mundo. Ao se despedir do Brasil, ela declarou: “Tudo vai bem”. Mas nem tudo estava bem. Ao sobrevoar as Ilhas Nukumanu, Amélia cessou os contatos.

O episódio da Star Trek: Voyager, “The 37’s” (1995) sugere que Earhart foi abduzida por aliens em 1937 e colocada em “hibernação”, até ser encontrada em 237.

A história da aviadora movimentou o imaginário norte-americano. No entanto, ela tornou-se um símbolo em quem todas as garotas estadunidenses queriam se espelhar. As histórias e lendas em torno de Amelia Earhart são tão arraigadas na psique americana que às vezes há a sensação de que ela é uma ficção, e ainda, maior do que todos os mitos daquele país.

Na exposição, fotos e documentos de Amélia  Earhart de quando passou pelo Brasil. Amélia chegou a Natal/RN proveniente de Fortaleza/CE. Da base militar em Natal ela voou para os seus últimos dias como aviadora.

.

Imagens Aqui

amelia2 amelia1

.


.

.

Esta série de “Flagrantes Históricos” está bastante polêmica. Algumas fotos que postei e postarei nas próximas séries são bastante raras e talvez até inéditas na web, são parte de arquivos que guardo há muito tempo em CDs e nas minhas coleções de jornais e revistas antigos. A foto de Pelé comemorando o nascimento de seu filho é de uma revista placar de 1970.

Veremos o Jackson Five visitando Bob Marley – Michael Jackson é o terceiro a partir do braço direito de Marley. Paul McCartney numa pose nada convencional. Elvis Presley de cueca nos exames de admissão do exército. Stephen Hawking recém casado ainda antes da tetraplegia e Madona, Lady Gaga, Ronald Reagan rodeado de mulheres, o casamento de Bill Clinton. Uma foto de 1938 da princesa Isabel (futura Rainha Elizabeth II) e sua irmã, a princesa Margaret olhando para os pinguins. E mais, duas fotos das recentes celebridades do reality da Rede Globo, Fernanda e Serginho e uma foto sensacional reunindo a mais privilegiada geração da musica brasileira.

A parte polêmica fica por conta do sempre controverso Adolf Hitler, da foto de Kennedy e Marilyn Monroe abraçados e de Charles Manson e sua “família”. Sobre Charles vou deixar uma breve biografia, que certamente o leitor que ainda não conhece vai se surpreender.

Charles Milles Manson foi líder de um grupo que cometeu vários assassinatos, entre eles o da atriz Sharon Tate, esposa do diretor de cinema Roman Polanski. Charles havia formado uma comunidade de hippies que foram denominados Família Manson, os jovens o consideravam a reencarnação de Jesus Cristo. O próprio Manson acreditava nisso. Em 9 de agosto de 1969, um grupo de seguidores de Manson invadiu a casa de Roman Polanski e assassinou Sharon — que estava grávida — e mais quatro amigos do casal. As vítimas foram baleadas, esfaqueadas e espancadas até a morte, e o sangue delas foi usado para escrever mensagens nas paredes.

O nome de Charles Manson é usado artisticamente pelo roqueiro Marylin manson (Brian Hugh Warner), que o juntou ao primeiro nome da atriz Marilyn Monroe. O roqueiro considerava estas duas personalidades o mais perturbador dualismo da cultura norte-americana.

.

Imagens Aqui

.

.

.


.

resgatar acontecimentos das entrelinhas da história brasileira, eis o objetivo de Cenas do Brasil. Não é uma continuação do post as Imagens mais vistas do Brasil, pois muitas das fotografias aqui publicadas foram vistas com raridade ou nunca e os fatos referenciais que estiveram no plano de fundo dos acontecimentos praticamente não são conhecidos.
.
Portanto, considero esta série de muita relevância para todos os que queiram olhar através da cortina da história, uma linha do tempo com fatos que movimentaram o cotidiano brasileiro.

.
Imagens Aqui
.
Cenas.

.
Outras propostas:
A Casa Branca
Flagrantes Históricos 02

assine o feed twiter


.

.

ersonalidades famosas em momentos inusitados, alguns ainda antes da fama, como Bill Clinton, Santos Dumont, Hitler e John kennedy. Outros em momentos curiosos, como Fidel Castro e Che guevara saboreando um dos ícones do capitalismo. Uma observação ainda, é que a idade melhorou a fisionomia de alguns deles, é o caso de Santos Dumont e o presidente do senado Garibaldi Alves. Veja Putin, Hitler e Stalin totalmente anônimos e um paul Mccartney hilário. Na verdade, o mundo dá voltas e muda o rumo da coisas de forma impensável, inimaginável. Quiçá algumas figuras não tivessem passado disso.


Imagens Aqui

.

.

ão entendo porque José Dirceu (62) não foi morar em Cuba junto com todos os defensores do socialismo de Fidel. Em nenhum momento no discurso que fez em seu blog, ele cita o cerceamento da liberdade deste povo, povo que ditatorialmente é impedido de julgar se quer continuar ou não fazendo parte dos projetos pessoais de um guerrilheiro, que resiste a políticas e nações contrárias ao seu sonho de sociedade.

Meio século de poder para construir uma nação que olha a história passar sem poder participar dela. Uma sociedade cerceada do seu direito mais importante, a liberdade.

A pedra fundamental numa política social não é a distribuição de comida, de remédios, ou seja lá o que for, como o faz mensalmente o governo cubano com suas rações limitadas, é a liberdade de poder escolher a forma de trabalhar para conquistar os bens necessários, e o governo deve ser o agente facilitador desta conquista. Ninguém pode se apossar de um bem alheio, afinal, um país pertence ao seu povo.

Fidel vai entrar para a história não só com o mal ou o bem que fez ao seu povo atrelado ao seu nome, mas também com as estórias e lendas que foram criadas em torno dele. Dizem que não há uma só estátua de Fidel em Cuba e nunca foi sugerido levantar uma em seu nome. Cuba comprou o sonho de um homem só, que, segundo Dirceu, é um emblema da resistência. Ah, quem dera ele resistisse sozinho, sem ter que usar seu povo como escudo e deixando-o sem avançar na história.

.

.

.

m 1957, nos Estados Unidos, Repórteres e fotógrafos Testemunharam e gravaram a violência que eclodiu quando Dorothy Counts, então com 15 anos de idade, foi à escola para o seu primeiro dia de aula numa escola pública americana. Apesar da constituição garantir direitos iguais, a esposa de John Z. Warlickthe, o lider do “Conselho de cidadãos brancos”, instigou os garotos para manterem-na fora da escola e ao mesmo tempo, implorou às garotas para cuspirem nela. Esta incitação criou um absurdo momento de violência e segregação racial. Brancos atiravam pedras e gritavam “Voltem para o lugar de onde vieram”. Dorothy caminhou sem reagir, diante da multidão que a acompanhava com gestos obcenos e gritando palavras de ordem (ordem?). Mais abusos aconteceram depois do primeiro dia. Sua família recebeu ameaças telefonicas e depois de 4 dias de intensiva hostilidade, seu pai decidiu tirá-la da escola.

.
.

.

.

.

érie com as imagens mais vistas da história. Imagens espetaculares que marcaram os acontecimentos geradores de tensão e transformação históricas. Todas as imagens são equivalentes no poder de marcar o registro em sua época, por isso, não as cataloguei por valor. Muitos fatos permanecem inesquecíveis na memória de que os viveu e muitos suscitam divagações de como teria sido estes momentos tão únicos e transformadores . Quem viveu entre os anos de 1970 a 1990, por exemplo, presenciou uma das épocas mais transformadoras registradas da história. Infelizmente nem tudo foi registrado e antes destas décadas o acesso às imagens tornam-se mais difíceis, portanto, de maior valor agregado.

.
(Sharbat Gula) “Garota afegã”
Steve McCurry,National Geographic 1984

.

.
.
.
sta foi a galeria de imagens que mais demorei para organizar. Pesquisei e a dificuldade de encontrar imagens foi inacreditável – O Brasil não cuida muito da sua historia documental.
Imagens Incríveis e históricas para que possamos conhecer, analizar, conjecturar, etc . As Imagens Mais Vistas do brasil nasceu quando eu prepava As Imagens Mais Vistas do Mundo, que mereceu menção de qualidade e foi indicado por vários sites nacionais e internacionais e serviu também de tese universitária.
Lembro-me de muitos fatos da minha infância, ainda na ditadura militar que me assustaram terrivelmente, como a estória que os adultos contavam sobre os comunistas, “eles arrancam nossas unhas, temos que odiar os vermelhos”. Pelas imagens é possível lembrar muitos fatos vividos. Para se entender bem nosso país hoje, é necessário uma boa dose de revisitação histórico/fotográfica.

.

Imagens Aqui

.

.

assine o feed twiter

.

17 Respostas to “”

  1. […]  Veja também História […]

  2. […] Veja também História […]

  3. […] . Veja Também História […]

  4. […] Flagrante Histórico . Arnold Schwarzenegger, ator e governador da California (EUA). . . Veja Também História […]

  5. […] Alguém arriscaria o palpite neste momento de que este rapaz governaria a maior potência mundial e que sua namorada também, possivelmente, poderá governá-la?      . Veja Também História […]

  6. […] Veja Também História […]

  7. […] Franklin Martins, de lider estudantil a guerrilheiro. Participou com o grupo comunista MR-8, Gabeira também fazia parte,  do sequestro do embaixador americano Charles Elbrick, o que gerou a libertação de 15 presos políticos, entre eles José Dirceu.  Até hoje Franklin e Gabeira  são impedidos de entrar nos EUA.  Foto de 1968. Veja Também História […]

  8. […] . . Veja Também História […]

  9. […] Santos Dumont nos tempos de colégio em 1885. Também está nesta foto o filho de Antoine Hércule Romuald Florence, um dos inventores da fotografia. Clicando na foto a imagem amplia-se. . . Veja Também História […]

  10. NÃO SÓ O ZE DIRCEU , MAS TODOS QUE DEFENDEM ESSA FALTA DE RESPEITO , PELOS DIREITOS DE ESCOLHER, O QUE COMER O QUE VESTIR,TELEFONE, FOGAO NOVO COLCHÃO NOVO VOTAR EM QUEM QUER, EM FIM VIVER ONDE QUIZER , SEM PRECISAR UMA PESSOA LIVRE PEDIR ASILO.O ZE SIM TINHA CULPA PRA PEDIR ASILO.( ver a historia)…

  11. […] . Veja Também Publicidade […]

  12. jordany Says:

    Amei esse blog! muito bom mesmo! as fotos são maravilhosas! é bem imprecionante! parabéns!!!!!!!!!♥

  13. […] também História Infância dos […]

  14. morais Says:

    Sou Domingos Morais, adoro muito do governador de california, porque ele e um homem justu e forte. Nasci em 15-08-1989. Gostria de ver O ARNOLD SCHWARZENEGGER. Sou um orfao mais um dia desejo de visitar um dia. Sou mozambican, provincia da Zambezia. Meu contacto e +258827862478.

  15. […] História Harley Davidson […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: