A morte

.

qui Leonardo boff diz uma verdade “O homem teme a morte porque tem medo do vácuo, a total solidão que o aguarda na passagem do tempo para a eternidade“. Este receio encontrei num poema de Cecília MeirelesE eu fico a imaginar se depois de muito navegar a algum lugar enfim se chega… O que será, talvez, até mais triste. Nem barcas, nem gaivotas. Apenas sobre humanas companhias… Com que tristeza o horizonte avisto, aproximado e sem recurso. Que pena a vida ser só isto…”.

Porém, percebo que para os cristãos (particularmente) é incoerente temer a morte. Não há cristianismo sem a morte da morte. É o ápice da fé cristã a vitória sobre a morte. Paulo, o apóstolo, vivia tão enebriado com o tamanho da solução que Deus havia dado para a morte que dizia “Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro“. Seguir o cristianismo e não crer no seu fundamento “A ressurreição dos mortos” (Jesus ressucitou e destruiu com sua morte e ressureição o poder da morte) é um equívoco. Isso se complica quando há relatividade  entre ” ressureição dos mortos ” e  “salvação eterna“, que é a mesma coisa e tem unicamente como ingresso a fé no algoz da morte, Jesus.

Estranhamente nem todo cristão acredita nisso, e o pior, aqui não há meio termo, ou se é cristão por este motivo ou não, o resto é pura ambiguidade. Não estou fazendo propaganda religiosa, apenas apontando um fato curioso e estranho que observo com perplexidade. Como o leitor tem percebido nas postagens tenho buscado sempre um caminho incomum ao tratar os fatos, um caminho diferente e observações pouco ponderadas.

Para ilustrar este post trago uma curiosa exposição e, talvez, não muito agradável. Estas imagens não servem para corroborar o que eu falei sobre o cristianismo, mesmo sabendo que de todos os grandes homens mortos apenas o seu fundador não se encontra no túmulo. As imagens ilustram a crueldade que é o fim de uma existência, e mais cruel ainda é a incerteza, é o vácuo, como disse Boff.

.
Elvis Presley


.
Marilyn Monroe

.

Mahatma Gandhi

.

James Brown

.

John Lennon

.

Martin Luther King


.

Malcon X

.

Lenin

.

Evita Peron

.

Che Guevara

.

Bruce Lee

.

Carmen Miranda

.
Madre Tereza de Calcutá

.

Robert Kennedy

.

Outras propostas:
História

Mochilão

assine o feedtwiter

3 Respostas to “A morte”

  1. Caro Olavo
    Como sempre cada vez se superando.Parabéns.
    Tomei a liberdade de “coppyratear” para meu blog.com sua permissão,com os devidos créditos.
    Obs.A última foto da série pertence à Robert Kennedy,dá uma conferida.
    Há Braços
    Clóvis
    Á Propósito seu magnífico blog está linkado ao meu,à muito tempo.
    Ainda não tive o privilégio do link do meu blog.

  2. olavosaldanha Says:

    Clóvis, erro (é Robert Kennedy mesmo) e injustiça no link reparados. Abraços.

  3. […] A Morte A delinquência dos Famosos […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: