Cliff House, o romance da casa do abismo


.
.

Parece viver, a construção. Os náufragos anseiam por seus destroços, pois, como escaparão da ferocidade do mar, que brame como um monstro e arrasta-os de volta? A construção sobre a encosta chora seus náufragos, quer voltar, todavia, foi capturada e exposta sobre as pedras para o espanto de todos. Esta é a história do Cliff House, o romance da casa do abismo.

Cliff House é um restaurante que foi construído num penhasco sobre falésias em São Francisco, na Califórnia, com madeira de um navio naufragado naquela encosta. A partir daí o imóvel padeceu cinco desastres. Muitos supersticiosos chegaram a acreditar que os danos foram causados pelos marujos mortos no naufrágio; os verdadeiros donos dos destroços.  1858, o ano em que tudo começou.

Após a abertura das estradas, o Cliff House tornou-se muito famoso, sendo freqüentado, inclusive, por vários presidentes americanos.  Nos fins de semana não havia mais espaço nem para amarrar cavalos, tamanha era a novidade. Os passageiros começaram a chegar a partir das ferrovias, linhas de bondes e linhas de carruagens para a praia. Eram incontáveis.

Em 1877, explosões de dinamite, usada nas proximidades, demoliram uma ala inteira do restaurante. O edifício foi reparado, no entanto, foi completamente destruído na noite de Natal de 1894. Em 1896, o milionário Adolph Sutro, que havia comprado o prédio antes dos danos, o construiu novamente, desta feita em estilo vitoriano.  E mais uma vez grandes multidões de São Francisco chegaram em comboios a vapor, bicicletas, carroças, carruagens e bondes nas excursões de domingo.

Em 1906, um terremoto quase pôs abaixo novamente a construção, ela resistiu ao terremoto, mas não ao incêndio, foi destruída totalmente pelas chamas um ano depois, na noite de 07 de setembro de 1907.

Dra. Merritt Emma, a filha de Sutro, encomendou uma reconstrução do restaurante, agora no estilo neoclássico, que foi concluído no prazo de dois anos e é a base da estrutura de hoje em dia. O edifício foi adquirido pela National Park Service em 1977 e tornou-se parte da Golden Gate National Recreation Area.

Desde que a madeira do navio naufragado foi incorporada à construção, além das destruições sofridas pelo edifício, mais de trinta navios foram triturados em pedaços na encosta abaixo do Cliff House. Coincidências ou não, a construção, de tempos em tempos, parece flertar com o infortúnio.

A teimosa trajetória do Cliff House está bem documentada desde a sua construção até hoje.

.

Imagens Aqui
(32 Imagens)

.
.

Referências de pesquisa: Fotos e história: Guia do Visitante Cliff House (sftravel.com) – Site oficial do prédio (cliffhouse.com), Projeto Cliff House e Episódio de rádio, “Nevoeiro” de Mark Twain, publicado em A Era de Ouro da revista de 1864, da Califórnia Legacy Project (californialegacy.org).

Outras propostas
.

.

assine o feed twiter

.


Uma resposta to “Cliff House, o romance da casa do abismo”

  1. Abdulgafar Says:

    Gostei

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: