O Míssil Tripulado

.
.

A manifestação mais absurda do sentimento bélico do homem está na criação de armas de destruição. Uma destas criações se chamava OHKA, um míssil vestido com uma carcaça de planador e que era tripulado por um soldado, ou seja, era sentar-se sobre a ogiva e explodir junto contra um alvo inimigo. o piloto planava rumo ao alvo e quando próximo o suficiente, acionava o motor-foguete do Ohka, guiando o míssil para que impactasse contra o navio que pretendia destruir. A abordagem final praticamente não podia ser abortada (especialmente no Tipo 11) por conta da tremenda velocidade ganha pela aeronave. O OHKA foi criado para a específica tarefa do suícidio. Embora Ohka é menos eficaz em comparação com um avião Kamikaze normal, os horripilantes efeitos dessas bombas foguete estão profundamente enraizadas no coração de alguém que a presenciou. Estes pequenos planadores são lançados no ar por um outro avião e com seus foguetes propulsores alcançam uma velocidade de 800 km/h no momento do impacto e explosão sobre o navio. Uma série de conceitos filosóficos motivava os pilotos. Era o último sacrifício para salvar a pátria, os conterrâneos e o imperador ( este era considerado a divina encarnação da deusa do Sol da religião xintoísta). O código de honra e conduta foi gerado da crença de que as missões poderiam ser uma reprise do milagre do original “vento divino”, um tufão que destruiu a invasão da frota Mongol em 1281. Segundo os ensinamentos das Forças Armadas japonesas, a vida não deveria ser vista como prioridade.

.
.
Imagens Aqui
.

.
.
Veja Também
A maior arma de guerra do mundo
.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: