Arquivo de pintores

Museu Hermitage – Pintores – Parte 04

Posted in Imagens e Letras with tags , , , on 07/07/2011 by olavosaldanha

Outros bons artigos

.

.

.


A quarta parte da exposição das pinturas do Hermitage, um dos mais belos e importantes museus do mundo, está magnífica. Lembrando que o leitor poderá selecionar a obra que mais gostou durante a série de postagens e pedir uma cópia dela em tamanho grande, se assim desejar. Enviarei o link imediatamente .

.

.

O Museu Hermitage foi fundado em 1764, quando Catarina, a Grande, adquiriu uma coleção de 255 pinturas da cidade alemã de Berlim. As coleções do Hermitage incluem obras de Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael e Ticiano, uma coleção única de pinturas de Rembrandt e Rubens, muitas obras de impressionistas franceses, Renoir, Cézanne, Manet, Monet, Pissarro, numerosas telas de Van Gogh, Matisse, Gauguin e ainda várias esculturas de Rodin.

A coleção é enorme e diversificada e é uma parada essencial para todos aqueles interessados em arte e história.

Logo depois da vitória triunfal sobre Napoleão, o Imperador Alexandre I pensou em criar uma galeria no Palácio de Inverno, onde morou Catarina, para apresentar os retratos dos líderes militares da Guerra Patriótica de 1812. O artista inglês George Dawe foi convidado para ir a Petersburg fazer os retratos. A série de quadros tornou-se um monumento único à glória militar russa, e enfeitam as paredes da galeria.

.

.
Imagens Aqui
(32 Imagens)

.

.

Referências de pesquisa: Site oficial do Museu (hermitagemuseum.org). O Palácio de Inverno e o Museu Hermitage (www.saint-petersburg.com/virtual-tour/hermitage.asp). Museu Hermitage Amisterdam (hermitage.nl/en/). Explorando o Hermitage (geographia.com/russia/peter02.htm). Fundação Museu Hermitage (hermitagemuseumfoundation.org/). .

.

assine o feed twiter

.

Museu Hermitage – Pintores – Parte 03

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , on 26/04/2011 by olavosaldanha

.

.


O Museu Hermitage surpreende ao reunir os tesouros de arte de todas as gerações, desde finais da Idade Média até os dias atuais. São mais de quatro mil esplêndidas obras dos pincéis dos maiores pintores de todo o mundo. A coleção do Hermitage em São Petersburgo é formada também por vários outros setores:

.

.

  • O departamento Arte Européia Ocidental é o mais importante, com mais de vinte pinturas de Rembrandt, impressionistas e pós-impressionistas, pinturas de Da Vinci, Rafael, Ticiano, Giorgione e com as melhores colecções de arte francesa fora do Louvre, em Paris.
  • O Arte Oriental possui as culturas do antigo Egito, Mesopotâmia, Bizâncio, Irã, Ásia Central, Cáucaso, China, Japão e Índia. A coleção de prata Sassanian é mundialmente famosa, como os tecidos coptas e tapetes persas.
  • O Cultura Russa apresenta a arte popular, mas também artefatos das colecções imperiais, como porcelana, vidro, prata e tapetes e móveis de aço feitos no século XVIII e início do século XIX, produzidos nas fábricas de armas de Tula.
  • Na Antique Art estão as artes e ofícios das civilizações grega e romana, com importantes esculturas romanas antigas e retratos. Ainda, peças das escavações nos assentamentos gregos em torno do Mar Negro, é uma coleção superlativa.
  • O Leste da Sibéria e da Arqueologia apresenta objetos do período do Paleolítico, do Bronze e da Idade do Ferro. Notáveis ​​são os citas e sármatas ouro e prata, tecidos, peles, esculturas em madeira e pele humana tatuada, encontrada no alto das Montanhas Altai.
  • Em Moedas e Tokens veremos as coleções de Catarina a Grande, ela era uma colecionadora de moedas e medalhas e sua coleção é a base da coleção atual. O serviço inclui mais de um milhão de objetos.
  • O Arsenal é o departamento de armas de Nicolau I, ele era um apaixonado colecionador de armas antigas e armaduras. Há obras de europeus, russos e culturas orientais.
  • A Biblioteca foi criada também por Catarina, a Grande. Contém mais de 600.000 volumes, da russia e da Europa Ocidental e Oriental. A coleta dos primeiros livros impressos e manuscritos correspondem a cerca de 10 mil itens.

Leia os artigos das exposições anteriores e conheça mais o Hermitage.
.

.

Imagens Aqui
(39 Imagens)

.


.

Referências de pesquisa: Site oficial do Museu (hermitagemuseum.org). O Palácio de Inverno e o Museu Hermitage (www.saint-petersburg.com/virtual-tour/hermitage.asp). Museu Hermitage Amisterdam (hermitage.nl/en/). Explorando o Hermitage (geographia.com/russia/peter02.htm). Fundação Museu Hermitage (hermitagemuseumfoundation.org/). .

.

Outras propostas

.

.

assine o feed twiter

.

Museu Hermitage – Pintores – Parte 02

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , on 30/03/2011 by olavosaldanha

.

.


A segunda parte da exposição das pinturas do Hermitage, um dos mais belos e importantes museus do mundo. Lembrando que o leitor poderá selecionar a obra que mais gostou durante a série de postagens e pedir uma cópia dela em tamanho grande, se assim desejar. Enviarei imediatamente o link.

.

.

O Museu Hermitage foi fundado em 1764, quando Catarina, a Grande, adquiriu uma coleção de 255 pinturas da cidade alemã de Berlim. As coleções do Hermitage incluem obras de Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael e Ticiano, uma coleção única de pinturas de Rembrandt e Rubens, muitas obras de impressionistas franceses, Renoir, Cézanne, Manet, Monet, Pissarro, numerosas telas de Van Gogh, Matisse, Gauguin e ainda várias esculturas de Rodin.

A coleção é enorme e diversificada e é uma parada essencial para todos aqueles interessados ​​em arte e história.

Logo depois da vitória triunfal sobre Napoleão, o Imperador Alexandre I pensou em criar uma galeria no Palácio de Inverno, onde morou Catarina, para apresentar os retratos dos líderes militares da Guerra Patriótica de 1812. O artista inglês George Dawe foi convidado para ir a Petersburg fazer os retratos. A série de quadros tornou-se um monumento único à glória militar russa, e enfeitam as paredes da galeria.

.

.
Imagens Aqui
(41 Imagens)

.


.

Referências de pesquisa: Site oficial do Museu (hermitagemuseum.org). O Palácio de Inverno e o Museu Hermitage (www.saint-petersburg.com/virtual-tour/hermitage.asp). Museu Hermitage Amisterdam (hermitage.nl/en/). Explorando o Hermitage (geographia.com/russia/peter02.htm). Fundação Museu Hermitage (hermitagemuseumfoundation.org/). .

.
Outras propostas

.

assine o feed twiter

.

Museu Hermitage – Pintores – Parte 01

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , on 16/03/2011 by olavosaldanha

.

.


Este é um verdadeiro presente para os amantes da arte. Uma exposição em série das pinturas de um dos mais belos e importantes museus do mundo; o Hermitage. O leitor ainda poderá selecionar a obra que mais gostou durante a série de postagens e pedir uma cópia dela em tamanho grande. Enviarei imediatamente o link. Não deixe de visitar esta exposição.

.

.

O Museu Hermitage é um dos maiores museus de arte do mundo e sua vasta coleção possui itens de praticamente todas as épocas, estilos e culturas da história russa, européia, oriental e do norte da África, e estão distribuídos em dez prédios, situados ao longo do rio Neva, em Leningrado, antiga São Petersburgo, Rússia. Sete desses prédios são monumentos artísticos e históricos de grande importância.

O Hermitage possui hoje um acervo de mais de três milhões de peças. O museu mantém ainda um teatro, uma academia musical e projetos subsidiários em outros países.

Quando a cidade de Leningrado foi sitiada pelo exército alemão na Segunda Guerra Mundial, as coleções do Hermitage correram um grande perigo de serem saqueadas (Veja o post sobre os saques na guerra). A maioria das obras de arte foi escondida no porão e as outras foram enviadas de trem para outras cidades. O museu foi transformado em um abrigo antiaéreo para sua proteção. O Hermitage foi reaberto em 08 de novembro de 1944, quando as coleções protegidas no porão foram colocadas novamente em exposição. Até 4 de novembro de 1945, sessenta e oito salas foram abertas ao público.

Diz-se que se alguém passar um minuto olhando para cada exposição individual, levaria cerca de 11 anos para ver todos as obras de arte.

.

.

Imagens Aqui
(43 Imagens)

.

.

Referências de pesquisa: Site oficial do Museu (hermitagemuseum.org). O Palácio de Inverno e o Museu Hermitage (www.saint-petersburg.com/virtual-tour/hermitage.asp). Museu Hermitage Amisterdam (hermitage.nl/en/). Explorando o Hermitage (geographia.com/russia/peter02.htm). Fundação Museu Hermitage (hermitagemuseumfoundation.org/). .

.
Outras propostas

.

assine o feed twiter

.

Ferdinand Georg Waldmüller

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , , on 17/09/2010 by olavosaldanha

.

.

Ferdinand Georg Waldmüller (1793 – 1865) foi um dos pintores mais importantes da Áustria do período biedermeier¹. A caracterização precisa do rosto humano e a refinada descrição detalhada de texturas são alguns dos inúmeros aspectos da sua obra. Brilhante, explicativa, moralizadora e de crítica social. Influenciou toda uma geração de artistas. Waldmüller estava muito à frente de seu tempo.

Por sua observação meticulosa, WaldMüller ficou conhecido por seu conhecimento da natureza, o seu gosto pelo detalhe, o tratamento da luz e seu talento de colorista.

Uma figura chave na pintura austríaca, que lecionou por vários anos na Academia de Belas Artes de Viena, e depois seguiu carreira, principalmente como retratista. Em 1823 fez o retrato de Beethoven e alguns da realeza.

Waldmüller era o representante principal do estilo biedermeier. Exemplos dessa influência estão nas suas paisagens e cenas da vida quotidiana, celebrando os valores materialistas, requinte e elegância da burguesia da época.

Seu realismo precedeu a era da fotografia, uma arte em que ele mostrou grande interesse. Ainda, sua preocupação com a natureza inspirou a pintura pré-rafaelita do século 19. Mais tarde, sua reação com as normas oficiais artísticas de sua época, influenciou o movimento da secessão de 20th century na Áustria e na Alemanha.

Hoje, a mais completa coleção de obras WaldMüller podem ser encontrados em Belvedere, na Áustria. Seu trabalho também foi recentemente exibido no Museu do Louvre.

REF ¹ – A era biedermeier refere-se ao período histórico entre os anos de 1815, o Congresso de Viena, no final das Guerras Napoleônicas , e 1848, ano de revoluções . Embora o próprio termo é uma referência histórica, é utilizado também para designar o estilo artístico que floresceu nos domínios da literatura, da música, das artes visuais e do design de interiores. A arte do período desenvolveu-se tanto como uma reação e aceitação de um estado de limitação criativa.

.
Imagens Aqui
(29 Imagens)

.


Fontes: publishers of The Grove Dictionary of Art. Liechtenstein Museum.

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 268 outros seguidores